sexta-feira, 29 de abril de 2011

Segue atento
Olhar reto
Como se houvesse
Um ponto certo
A alcançar

Rosto sombrio
Passo fundo
Como se apagasse
Todo o mundo
Ao passar

Nada indica
Que algum dia
Sequer indício
De alegria
Naquela cara
Que parece talhada
A golpes cegos

Segue -
E no traje escuro
Só um detalhe:
A mancha rubra
Na altura
Do coração


(Mateus Borba)

2 comentários:

  1. Tem sorte de ter uma mancha ainda; poderia ser só um buraco negro.

    ResponderExcluir
  2. ainda bem que há amor.



    lindo.
    forte.


    bjsmeus

    ResponderExcluir