sábado, 11 de agosto de 2012

Bêbado e desafinado, mas sigo gravando.

[soundcloud url="https://api.soundcloud.com/tracks/55929425?secret_token=s-kZzZH" params="color=ff5500&auto_play=true&hide_related=false&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false" width="100%" height="166" iframe="true" /]

COM VOCÊ
(Mateus Borba/Carlos Eduardo Chocolate)

Com você
Periga até eu esquecer
Que alegria é sempre passageira
E o Amor
Só um breve descuido
Da tristeza

Com você
Chego até me convencer
Que a sorte me quer bem e quer ficar
Mas sei
Que é da vida um dia
Se acabar

Estranho é viver assim
Sabendo só o que é sorrir
Quando tudo que há no mundo
Na verdade
Diz adeus pra semear saudade

6 comentários:

  1. Ei Mateus, gostei muito da música...
    parabéns!!!

    Beijo^^

    ResponderExcluir
  2. Oi amigooo! Quanto tempo! Você sumiu né? Que bom que voltou, logo agora que estou saindo! rsrs...
    Que poema lindo, olha, considero seus poemas os mais belos que já li, vc escreve com sentimentos diferenciados, palavras se encaixam perfeitamente formando puro sentimento. Amei este poema.
    Eu irei fechar talvez porque não poderei mais para frente dedicar-me a ele e já passei tb uns perrengues horríveis que me entristeceram tanto que perdi a vontade de blogar e quero dedicar-me muito mais a meu trabalho, porque só de vida virtual não nos leva a nada amigo, único refúgio? Amigos verdadeiros, estes adiciono em minha vida com todo prazer e tenho certeza que ainda há pessoas boas como você. Muito obrigada pelo carinho, no momento não irei fechá-lo, mas não esqueça de visitar-me, postar não irei mais por enquanto. Apareça mais vezes, vc sumiuuuu rsrs... Beijinhos...

    ResponderExcluir
  3. Oww Mateus, essa foi direto no meu ♥. Éam, também acho que o amor é só um breve descuido da tristeza.
    Amei!!!

    Beijoo'os

    ResponderExcluir
  4. Como sempre, todo lindo. Fundo como tudo que você escreve.

    ResponderExcluir
  5. Um breve momento que fica.
    Lindo seu blog.

    ResponderExcluir
  6. Com poemas e músicas assim a gente percebe mesmo que toda tristeza é uma pouco bela e toda beleza é um pouco triste!

    ResponderExcluir