sexta-feira, 12 de junho de 2015

AcordaAmor
Que eu já não estou aí
Me espera ir
Lá fora, Amor
Me inundar de rir
Me desmanchar no temporal

- Se quem te chama é a noite, então
Vai
Andar sozinho
E me deixar
À espera aqui -
Por quanto tempo?

Não virá...
Ou virá
Como uma voz chamando
Como um grito vem
Pra dissipar a dor
Como um quebranto
Que refará de novo o Amor

Seremos dois nós,
Desatar, tão cegos
Desfazer?

Não virá
Ou virá
Num pé de vento
Leve, trazendo
O que imaginar

Neste coração
Haverá mais o que lhe dar?
Talvez uma mágoa e o sentimento
De que, em nós dois
Raia o sol


(Mateus Borba)

2 comentários:

  1. Fazia tempo q não te lia..
    Bom poder matar a saudade

    ResponderExcluir
  2. Ahhh, Mateus Borba...É tão seu o meu coração.

    ResponderExcluir